segunda-feira, 1 de julho de 2019

A ocultação de Saturno pela Lua em 16 de julho 2019.


Em 16 de julho próximo, novamente a Lua +100% iluminada e com uma elongação de 173°, ocultará o planeta Saturno com a magnitude de 0.1 (Figura 1). Proporcionando um belo espetáculo aos observadores munidos com pequenos instrumentos óticos (CAMPOS, 2018) como: lunetas e telescópios, esse evento poderá ser observado numa grande extensão do continente sul americano e também na região da Polinésia.


Observadores localizados na região do oceano pacífico da Polinésia (Ilhas Cook e Polinésia Francesa) poderão acompanhar esse evento, conforme e apresentado na tabela 1 abaixo.


Já os observadores localizados na região central e oeste da América do Sul (Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Guiana Francesa, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela), poderão acompanhar esse evento, conforme apresentado na tabela 2.


Circunstâncias Gerais de visibilidade no Brasil

Conforme acima mencionado e constante na tabela 2 acima, este evento também será visível em outras localidades do Brasil. Assim sendo, encontra-se disponível (figura 2 - Ilustrativa) para download no link: https://drive.google.com/file/d/1a-3B5I5_2JxlR7L8c3-kETr36qvhOIfL/view?usp=sharing as condições de desaparecimento e reaparecimento para 864 municípios localizados nas regiões centro-oeste, norte,  nordeste, sudeste e sul do Brasil.


Além das circunstâncias de gerais de visibilidade e também de desaparecimento e reaparecimento acima mencionadas, abaixo apresentamos o mapa global (figura 3) com a faixa de visibilidade do fenômeno que abrange mais regiões localizadas no sul do oceano Pacífico.


Não resta a menor sombra de dúvidas que um dos planetas mais belos objetos de todo o Sistema Solar seja o gigantesco planeta Saturno. Ele é conhecido desde a mais remota antiguidade e a simples visão apresenta-se como uma estrela de primeira grandeza de coloração amarelada. Seus registros de ocultações pela Lua na antiguidade datam de 21 de fevereiro de 583 a.C em Atenas (MOURÃO, 1987); sendo que a ocultação da estrela 28 Sagittarii por Saturno ocorrida em 02 de julho de 1989, foi amplamente acompanhada por diversos observadores (FERRIN, 1989).

As ocultações de planetas pela Lua são fenômenos de rara beleza, onde seus registros constituem uma excelente oportunidade do astrofotógrafo, por exemplo, incrementar sua coleção, bem como ainda, ao astrônomo amador manter um registro significativamente importante destes dados, desde que são encaminhados para associações de pesquisas como a ALPO (Association Lunar and Planetary Observers), IOTA (International Occultation Timing Association) e no Brasil a REA (Rede de Astronomia Observacional).

Sites recomendados:

"Como observar"
"formulário de reporte"
(ocultações de estrelas por asteroides).


Boas Observações!

Referências:

Mourão, R.R.F. Dicionário Enciclopédico de Astronomia e Astronáutica. Rio e Janeiro: Ed. Nova Fronteira, 1987,  914P.

Campos, A.R. Almanaque Astronômico Brasileiro 2019. Belo Horizonte: Ed. CEAMIG (Centro de Estudos Astronômicos de Minas Gerais), 2018. 197p. Disponível em: < https://drive.google.com/file/d/1MDUD98pgALzQFNmM200ftLQRuVDS0Vsu/view> Acesso em 02 Dez 2018.

Chevalley, P. SkyChart / Cartes du Ciel - Version 4,0, March. 2017. Disponível em:  <https://www.ap-i.net/skychart/en/news/version_4.0>. - Acesso em: 04 Jan. 2019.

Ferrín, I.R.V.- Ocultacion de 28 Sagitario por Saturno, UNIVERSO - LIADA - Liga Iberoamericana de Astronomia, nº 31, Volume 10, Col. Reportes - 56 p. - Mérida - Venezuela - 1990.

Herald, D. Occult4 v4.1.0.27 (24 March. 2014) Uptade v4.2.0 available in: <http://www.lunar-occultations.com/occult4/occultupdate.zip> Acesso em: 28 Abr. 2016.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Eclipse Parcial da Lua em 16 de julho 2019.

Antônio Rosa Campos Em 16 de julho próximo teremos a ocorrência do segundo eclipse lunar, sendo este de forma parcial, cuja região de v...