domingo, 2 de dezembro de 2018

O asteroide (6) Hebe em 2018


Em 29 de dezembro próximo, o asteroide Hebe estará com seu posicionamento favorável às observações (fase da Lua = -0.546), quando então sua magnitude chegará a 8.5, portanto dentro dos limites de magnitudes observáveis de instrumentos óticos de pequeno porte. A tabela abaixo apresenta suas efemérides e bem como uma carta celeste ilustrativa, objetivando sua localização nos próximos dias.

 

Como demonstra seu número em ordem de nomeação indicado acima entre parênteses, 6 Hebe foi descoberto em 01 de julho de 1847 pelo astrônomo amador alemão Karl Ludwig Hencke (1793 - 1866) no Observatório de Dricsen. Seu nome é uma homenagem à deusa da juventude, Hebe, filha de Júpiter e Juno. Hércules a esposou no céu. O nome foi proposto pelo astrônomo Gauss. (MOURÃO, 1987).

Karl-Ludwig Hencke foi um astrônomo amador que trabalhou como empregado de uma Agência dos Correios, após as descobertas dos asteroides (5) Astraea e (6), Hebe passou a receber uma pensão anual de 300 marcos do rei da Prússia. (MOURÃO, 1987).



Notas:
1 = (ua)* Conforme a Resolução da IAU 2012 B2, acolhendo proposta do grupo de trabalho “Numerical Standards for Fundamental Astronomy”, redefiniu-se a unidade astronômica de comprimento correspondendo à distância media da Terra ao Sol equivalendo assim a 149.597.870.700 metros, devendo ser representada unicamente por au (“astronomical unit”) OAM (2015).

2 = As coordenadas equatoriais ascensão reta e declinação (J2000.0) são apresentadas no formato HH:MM:SS (hora/grau, minuto e segundo).

3 = Na carta celeste acima apresentada encontram-se destacados nas proximidades do asteroide (6) Hebe os seguintes objetos Deep-Sky:
- New General Catalogue:
NGC 2186 (Mv= 8.7); NGC 2236 (Mv= 8.5); NGC 2237 (Mv= 5.5); NGC 2239 (Mv= 4.8); NGC 2238 (Mv= 6.0) e NGC 2244 (Mv= 4.8).
- Collinder Catalogue:
Cr 92 (Mv= 8.5) e Cr 97 (Mv=5.4).

Referências:

MOURÃO, Ronaldo Rogério de Freitas. Dicionário Enciclopédico de Astronomia e Astronáutica. Rio e Janeiro: Ed. Nova Fronteira, 1987,  914P.

- CAMPOS, Antônio Rosa. Almanaque Astronômico Brasileiro 2018. Belo Horizonte: Ed. CEAMIG (Centro de Estudos Astronômicos de Minas Gerais), 2017. 136p. Disponível em: < https://goo.gl/kniuMW> Acesso em 02 Dez 2017.

- CHEVALLEY, Patrick. SkyChart / Cartes du Ciel - Version 3.8, March. 2013. Disponível em:  <http://ap-i.net/skychart/start?id=en/start>. - Acesso em: 26 Nov. 2015.

- OAM (IAG-USP) - http://www.observatorio.iag.usp.br/index.php/mencurio/curiodefin.html - Acesso em 18 Ago. 2015.

- IAU (MPC). http://www.minorplanetcenter.net/iau/lists/NumberedMPs000001.html - Acesso em 04 Mai. 2014.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Almanaque Astronômico Brasileiro de 2019!

Nobres amigos (as)! Novamente alegro-me em informar-lhes que já se encontra disponível para download o "Almanaque Astronômico - 20...