segunda-feira, 1 de outubro de 2018

A oposição de Urano em 24 de outubro 2018

Antônio Rosa Campos
arcampos_0911@yahoo.com.br
CEAMIG – REA/Brasil – AWB

- Aquela não está no mapa! Creio que assim tenha ocorrido a varredura do céu na noite de 13 de março de 1781, na constelação de Touro e a gêmeos (Herschel conhece bem aquela área do céu). Não parece uma estrela (magnitude de 5.6), porque em mais uma observação através da ocular. Ele vê um disco ligeiramente alongado (ângulo de fase de 3.0°) (CAMPOS, 2011).

Assim, Sir William Herschel anunciou sua descoberta, expandindo as fronteiras do Sistema Solar pela primeira vez na história moderna. Tornando o planeta Urano o primeiro descoberto com um telescópio e atraindo a inveja dos que espalhavam que ele, havia descoberto Urano a conta do acaso. Não dando bola aos incrédulos, Herschel descobre 6 anos mais tarde, utilizando um telescópio ainda melhor 2 de seus satélites naturais: Titânia e Oberon.

Atualmente Urano nesta época estará com sua magnitude visual estimada em 5.7 conforme e apresentado nas suas efemérides na tabela 1 abaixo, podendo ser localizado na constelação de Aries muito próximo a um conjunto de estrelas brilhantes conforme podemos apreciar na carta celeste ilustrativa (figura. 1) daquela região celeste.




O Planeta

Urano certamente chamará a atenção dos observadores uma vez que seus satélites naturais (figura 2) estarão também dentro do limite de equipamentos óticos de médio porte também; troando-se assim um excelente desafio observacional suas respectivas identificações.


Nesta oportunidade Urano estará a uma distância da Terra de 18.8752332 u.a (2.823.694.692 Km), distância essa considerável, até mesmo porque sua distância luz estará estimada em cerca de 2h 36m 58.8s. Você pode utilizar as efemérides que se encontram publicada no Almanaque Astronômico Brasileiro de 2018 (figura 3 – ilustrativa), fazendo gratuitamente o download no seguinte link: https://goo.gl/kniuMW


Importância

As oposições planetárias são uma fantástica oportunidade para que todos os observadores busquem detalhes observacionais, uma vez que poderão ser registradas mudanças interessantes no planeta. Neste caso e por tratar-se de um planeta tão longínquo apresentando seu diâmetro equatorial de apenas 3.71 segundos de arco, uma situação também interessante para os proprietários de pequenos instrumentos será buscar a identificação de seu disco planetário em meio as estrelas da constelação de Aries. Desta forma desejo a todos uma boa jornada observacional.

Notas:
1 = (ua)* Conforme a Resolução da IAU 2012 B2, acolhendo proposta do grupo de trabalho “Numerical Standards for Fundamental Astronomy”, redefiniu-se a unidade astronômica de comprimento correspondendo à distância media da Terra ao Sol equivalendo assim a 149.597.870.700 metros, devendo ser representada unicamente por au (“astronomical unit”) OAM (2015).

Boas Observações!

Referências:

MOURÃO, Ronaldo Rogério de Freitas. Dicionário Enciclopédico de Astronomia e Astronáutica. Rio e Janeiro: Ed. Nova Fronteira, 1987,  914P.

- CAMPOS, Antônio Rosa. Almanaque Astronômico Brasileiro 2018. Belo Horizonte: Ed. CEAMIG (Centro de Estudos Astronômicos de Minas Gerais), 2017. 136p. Disponível em: < https://goo.gl/kniuMW> Acesso em 02 Dez 2017.

- __________, A oposição de Urano em 2011. Sky and Observers: <https://goo.gl/R8LTQT> Acesso: 21  Fev 2018.

- CHEVALLEY, Patrick. SkyChart / Cartes du Ciel - Version 3.8, March. 2013. Disponível em:   <http://ap-i.net/skychart/start?id=en/start>. - Acesso em: 26 Nov. 2015.

- OAM (IAG-USP) - http://www.observatorio.iag.usp.br/index.php/mencurio/curiodefin.html - Acesso em 18 Ago. 2015.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A ocultação de Deneb Algedi (Delta Capricornii) pela Lua em 28 de abril 2019.

Antônio Rosa Campos Em 28 de abril próximo a Lua -36% iluminada e uma elongação solar de 74°, ocultará a estrela Delta Capricorni (Dene...