sexta-feira, 1 de junho de 2018

A ocultação de Albaldah (Pi Sagittarii) pela Lua em 28 de junho 2018

Antônio Rosa Campos
arcampos_0911@yahoo.com.br
CEAMIG – REA/Brasil – AWB


Em 28 de junho próximo, novamente este ano a Lua -99% iluminada e uma elongação solar de 171°, ocultará a estrela Albaldah (Pi Sagittarii) de magnitude 2.8 e tipo espectral F2II (Figura 1). Proporcionando um belo espetáculo aos observadores munidos com pequenos instrumentos óticos como: binóculos, lunetas e telescópios; esse evento poderá ser observado em grande parte da superfície terrestre.

Desta forma, os observadores localizados no Oriente Médio (Israel, Jordânia e Iêmen), poderão acompanhar a fase de desaparecimento dessa estrela, conforme apresentado na tabela 1.


Já os observadores localizados na região meridional do continente africano (Angola, Benin, Burkina Faso, Cabo Verde, Camarões, Costa do Marfim, Egito, Etiópia, Gabão, Gana, Mauritânia, Níger, Nigéria, Ruanda, Senegal, São Tomé e Príncipe, Togo e Uganda) em sua maioria, poderão acompanhar os eventos de Desaparecimento e Reaparecimento desta estrela já no período noturno, conforme apresentado na tabela 2.


Já também grande parte de observadores localizados no norte da América do Sul, estarão na fase noturna Assim esse evento será visível no Brasil, Colômbia, Suriname e Venezuela, conforme apresentado na tabela 3. 


Circunstâncias Gerais de visibilidade no Brasil

Não podemos deixar de mencionar ainda que além das localidades mencionadas na tabela 3, este evento também será visível em outras localidades do Brasil. Assim sendo, encontra-se disponível (figura 2 - Ilustrativa) para download no link: https://goo.gl/A3jc8S as condições de desaparecimento e reaparecimento para 244 municípios localizados nas regiões norte e nordeste do Brasil.


Já os observadores localizados na América Central (Aruba, Barbados, Rep. Dominicana, Guadalupe, Porto Rico, São Cristóvão e Nevis, Trinidad e Tobago) na região das Antilhas, poderão acompanhar os eventos de Reaparecimento desta estrela conforme apresentado na tabela 4. 


Além das circunstâncias de gerais de visibilidade e também de desaparecimento e reaparecimento acima mencionadas, abaixo apresentamos o mapa global (figura 3) com a faixa de visibilidade do fenômeno a qual abrange as respectivas regiões, ilhas e reservas naturais localizadas no Atlântico e oceano Pacífico. 


Pi Sagittarii

A designação de Bayer para Pi Sagittarii e ainda 41 Sgr para o número de Flamsteed (figura. 4) indica tratar-se de um sistema triplo (STELLE DOPPIER, 2018). São também designações para essa estrela: HR 7264, BD-21 5275, HD 178524, SAO 187756, FK5 720 e ZC 2797 (WDS, 2014). 


Sites recomendados:

"Como observar"
"formulário de reporte"
(ocultações de estrelas por asteroides).

No Facebook:

“Ocultações Astronômicas”.

Este grupo destina-se à divulgação e discussão de eventos astronômicos na área de 'Ocultações'. Ocultações de estrelas e planetas pela Lua, ocultações de estrelas por asteroides e as técnicas empregadas para o registro destes eventos.

Boas Observações!

Referências:

- MOURÃO, Ronaldo Rogério de Freitas. Dicionário Enciclopédico de Astronomia e Astronáutica. Rio e Janeiro: Ed. Nova Fronteira, 1987, 914P.

- CAMPOS, Antônio Rosa. Almanaque Astronômico Brasileiro 2018. Belo Horizonte: Ed. CEAMIG (Centro de Estudos Astronômicos de Minas Gerais), 2017. 136p. Disponível em: < https://goo.gl/kniuMW> Acesso em 02 Dez.

- HERALD, Dave. Occult4 v4.1.0.27 (24 March. 2014) Uptade v4.2.0 available in: <http://www.lunar-occultations.com/occult4/occultupdate.zip> Acesso em: 28 Abr. 2016.

- WDS Washington Double Star Catalog: Epoch 2014.01. Disponível em: <http://www.handprint.com/ASTRO/>. Acesso em: 10 set. 2014.

- Stelle Doppier - (Double Star Database). Available in: < http://stelledoppie.goaction.it/index2.php?iddoppia=79285> Acesso em: 23 Jan. 2018.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A ocultação de Ain Al Rami (Nu1 Sgr) pela Lua em 22 de maio 2019.

Antônio Rosa Campos Em 22 de maio próximo a Lua -87% iluminada e uma elongação solar de 138°, ocultará a estrela Ain Al Rami (Nu1 Sgr) ...