sexta-feira, 1 de junho de 2018

A ocultação de 2UCAC 21378182 por (9) Metis em 03 de junho 2018

Antônio Rosa Campos
arcampos_0911@yahoo.com.br
CEAMIG – REA/Brasil – AWB


Na madrugada de 03 de junho próximo, o asteroide (9) Metis, ocultará a estrela 2UCAC 21378182 de magnitude 12.0 na constelação de Sagittarius, proporcionando uma rara oportunidade da realização do registro deste tipo de fenômeno aos observadores localizados em sua região de abrangência (Figura 1) apresentada abaixo (PRESTON, 2017).


Regiões de Abrangência 

Numa rápida análise da figura acima, podemos observar que o evento na fase noturna do dia, inicia-se na região meridional do continente africano; atravessando o oceano Atlântico atingindo a porção continental da América do Sul junto ao litoral do Brasil, corta vasta região o país no sentido leste-oeste, atingindo a região central do território boliviano, extremo norte do Paraguai, norte do Chile (região de Tarapacá, Arica e Parinacota) bem como ainda o extremo sul do território peruano. 

A figura 2 (Google, 2017) ilustra toda a região acima mencionada, sendo assim toda essa área torna-se muito favorável para as observações deste fenômeno.


As localidades inicialmente plotadas e em condições de observação desse evento são: Brasil: (Bahia) Amargosa, Anagé, Brumado, Buerarema, Caculé, Caetité, Camaçari, Feira da Mata, Gandu, Ibicoara, Ibicuí, Ibirataia, Igaporã, Ilhéus, Itabuna, Itacaré, Itapetinga, Ituaçu, Ituberá, Jequié, Maiquinique, Manoel Vitorino, Nazaré, Palmas de Monte Alto, Paramirim, Potiraguá, Poções, Salvador, Santo Antônio de Jesus, Ubatã, Una, Valença e Vitória da Conquista; (Distrito Federal) Brasília, Sobradinho e Taguatinga (Goiás) Anicuns, Anápolis, Aurilândia, Bela Vista de Goiás, Ceres, Cristalina, Formosa, Goianira, Goianésia, Goiás, Goiânia, Guapó, Indiara, Iporá, Jandaia, Jaraguá, Jataí, Jussara, Luziânia, Mineiros, Montividiu, Morrinhos, Mossâmedes, Novo Brasil, Padre Bernardo, Palmeiras de Goiás, Piracanjuba, Rialma, Rubiataba, Silvânia e Vianópolis; (Mato Grosso) Barra do Garças, Itiquira, Rondonópolis e São Lourenço de Fátima; (Mato Grosso do Sul) Alcinópolis, Corumbá, Coxim e Pedro Gomes; (Minas Gerais) Arinos, Águas Vermelhas, Brasília de Minas, Buritis, Coração de Jesus, Cônego Marinho, Espinosa, Formoso, Ibiracatu, Janaúba, Januária, Manga, Monte Azul, Montes Claros, Paracatu, Pedra Azul, Porteirinha, Rio Pardo de Minas, Salinas, São Francisco, São João do Paraíso, Taiobeiras, Unaí e Urucuia. Bolívia: Cochabamba, Oruro, Santa Cruz de la Sierra e Sucre. Chile: (Arica e Iquique) e Peru; Ilo, Pachía e Tacna. Não foi plotado cidades ou centro urbano dentro do limite sul (3-Sigma) que abrange a região do extremo norte do Paraguai.

(9) Metis e 2UCAC 21378182

No caso desta ocultação, a luz combinada do asteroide e da estrela cairá em 0.17 magnitude, num período de tempo estimado em 17.4 segundos; em sua próxima oposição que ocorrerá em 16 de junho próximo, (9) Metis encontrar-se-á com uma magnitude visual estimada em 9.7 na constelação de Ophiuchus. 

Astrônomos chineses afirmam ter realmente fotografado um satélite de Metis girando em torno do asteroide com um período de 4,61 dias. A magnitude do satélite foi relatada ser mais fraca do que duas grandezas de Metis, e a separação angular foi de 1,2 segundos de arco, o que corresponde a 1100 km. Resultados semelhantes foram obtidos durante a ocultação de uma estrela secundária por astrônomos de Barquisimeto na Venezuela em 11 de dezembro de 1979. No entanto, os astrônomos americanos observaram Metis durante 1982 e 1983, quando na oposição do asteroide – a linha da Terra era perpendicular ao plano de rotação do satélite. Usando o Telescópio de Espelhos Múltiplos (Multiple Mirror Telescope) não encontraram nenhuma evidência de um satélite, mesmo sob excelentes condições de observação (SKY & TELESCOPE, 1981).

Muito pouco se sabe sobre 2UCAC 21378182 que embora se encontre na constelação de Sagittarius, poderá ser facilmente localizada uma vez que M8 (Nebulosa da Lagoa) está praticamente marcando sua localização; poderá ser utilizada também como uma referência próxima HD 162978 (SAO 185928) de magnitude visual 6.2 e tipo espectral O7.5II, conforme carta de busca apresentado na figura 3.


Suas coordenadas equatoriais (ascensão reta e declinação astrométricas da Missão Gaia (http://www.cosmos.esa.int/gaia)  são: AR: 17 53 38.9895 Decl: -25 30 53.843 respectivamente. 

Segundo o observador brasileiro Antonio Padilla Filho (REA/Brasil), o registro das ocultações por observadores não-profissionais não tem muitos adeptos no nosso país. O campo é fértil para a produção de dados precisos se forem utilizados equipamentos adequados, que hoje estão ao alcance de qualquer pessoa que tenha interesse e o mínimo de recursos (PADILLA FILHO, 2016).

Sites recomendados:

"Como observar"
"formulário de reporte"
(ocultações de estrelas por asteroides).

No Facebook:

“Ocultações Astronômicas”.

Este grupo destina-se à divulgação e discussão de eventos astronômicos na área de 'Ocultações'. Ocultações de estrelas e planetas pela Lua, ocultações de estrelas por asteroides e as técnicas empregadas para o registro destes eventos.

Boas Observações!

Referências:

- MOURÃO, Ronaldo Rogério de Freitas. Dicionário Enciclopédico de Astronomia e Astronáutica. Rio e Janeiro: Ed. Nova Fronteira, 1987, 914P.

- CAMPOS, Antônio Rosa. Almanaque Astronômico Brasileiro 2018. Belo Horizonte: Ed. CEAMIG (Centro de Estudos Astronômicos de Minas Gerais), 2017. 136p. Disponível em: < https://goo.gl/kniuMW> Acesso em 02 Dez 2017.

- PADILLA FILHO, Antonio. Sky and Observers, A ocultação de TYC 5667-00417-1 por 236 Honoria. Disponível em: http://goo.gl/l7n3Z8, Acesso em 22 maio 2017. 

- HERALD, Dave. Occult4 v4.1.0.27 (24 March. 2014) Uptade v4.2.0 available in: <http://www.lunar-occultations.com/occult4/occultupdate.zip> Acess in 21 Abr. 2017.

- PRESTON, Steve. (Steve's Asteroid Occultation Index Page) Availabe in: < http://www.asteroidoccultation.com/2018_06/0603_9_55266_Summary.txt> - Acess in: 25 June 2017.

- Google Maps/Google Earth; Path <Occultation of 2UCAC 21378182 by (9) Metis on 2018 Jun 03> Feature: <20180603_55266.kmz> Acess in: 23 Jan. 2018.


- FERNIQUE, Pierre. Centre de Données astronomiques de Strasbourg [CDS]: Aladin Sky Atlas - Available in: <http://cdsportal.u-strasbg.fr/?target=2UCAC 21378182> - Acess in 28 June 2017.

- Sky & Telescope, 1981. 62, 545

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Eclipse Parcial da Lua em 16 de julho 2019.

Antônio Rosa Campos Em 16 de julho próximo teremos a ocorrência do segundo eclipse lunar, sendo este de forma parcial, cuja região de v...